dor-pescoco

Em relação às dores nas costas, a região cervical tem a 2ª maior incidência de queixas por parte da população, perdendo para as dores na região lombar…

A Cervicalgia é uma dor aguda ou crônica na região cervical da coluna vertebral (pescoço), sendo a 2ª maior queixa da população em geral, perdendo para as dores na região lombar. É um problema comum em diversas faixas etárias em ambos os sexos, porém com maior incidência nas mulheres!

Cervicalgia é também um termo usado para descrever a sensação de dor e desconforto na região do pescoço. Ela é mais claramente definida como uma síndrome clínica, geralmente associada com mobilidade limitada do pescoço, como também pode ocorrer dor irradiada em um ou ambos os braços, acompanhados por uma sensação de agulhas nos dedos ou dormência nos dedos…

Ela raramente acontece de maneira súbita, e está relacionada com má postura, ou seja, permanência numa mesma posição por muito tempo, movimentos bruscos, muito esforço, trauma (alguma batida) ou até mesmo alterações da ATM (articulação têmporo-mandibular).

O paciente com cervicalgia geralmente relata uma melhora quando está em repouso e aumento da dor com o movimento.

Normalmente há um desgaste nas articulações e consequentemente nos discos intervertebrais, que, associados há maus hábitos posturais, fatores genéticos, sedentarismo e inclusive stress, podem colaborar para a instalação e/ou progressão da doença…

Principalmente devido aos hábitos posturais inadequados, por exemplo uma pessoa que trabalha muitas horas em frente ao computador, a cervicalgia vai ganhando “força”, ocorrendo com o passar do tempo um deslocamento da cabeça para frente, ou seja, uma projeção da cabeça que se chama “protração”.

Com a cabeça projetada para frente, há uma alteração da postura, pois desta forma aumenta a curvatura normal fisiológica da coluna  (lordose ==> hiperlordose), fazendo uma maior pressão nos discos!!

Como as vértebras cervicais (as 7 primeiras!) são menores e relativamente mais fracas, comparativamente com as torácicas e lombares, elas terão que suportar a cabeça numa posição “diferente”.

E o que acontece? os músculos do pescoço sofrem uma enorme pressão para manter a cabeça “reta” durante quase todo dia...consequentemente os músculos do pescoço não são treinados, e neste caso, estão mais fracos e pouco desenvolvidos, causando dor!

E como prevenir a cervicalgia?

# fazer um programa de exercício físico para se livrar do sedentarismo;

# Ter mais consciência corporal, ou seja, aprender a controlar melhor o seu corpo para não contrair músculos que não precisam ser contraídos…isso consegue-se fazendo exercícios físicos!

# fazer um reestruturação ergonômica no posto de trabalho, seja em casa ou no escritório;

# Para dormir, utilizar um travesseiro/almofada que permita que sua coluna fique bem alinhada, portanto não é aconselhável que seja muito alto, muito nem baixo…

E o que fazer para tratar a cervicalgia?

# Exercícios de alongamentos para aliviar/relaxar a musculatura;

# Exercícios de reforço muscular para deixar os músculos envolvidos na região do pescoço mais fortes e resistentes;

# Exercícios corretivos para reestruturar sua coluna;

Tudo entendido? OK…

Para você se identificar melhor com a cervicalgia, eu fiz 2 vídeos importantes para o tratamento dela.
Então vamos lá!!

Clique neste link para ver o vídeo de exercício corretivo

Clique neste link para ver o vídeo de reforço muscular

Para finalizar, não esqueça de procurar um especialista quando surgirem estas dores, para que não seja necessário fazer algum tratamento mais rigoroso e assim ter uma recuperação ainda mais demorada…

Ouça seu corpo e vamos em frente!!
Obrigado e até o próximo artigo…