runner-557580_1920

A hérnia de disco é um processo em que ocorre a ruptura do anel fibroso, com um posterior deslocamento da massa central do disco nos espaços intervertebrais…

Olá!!

Hoje eu gostaria de contar uma pequena história relacionada com as dores nas costas. Na verdade foi como tudo começou, mas pouca gente sabe…

Tive a grande felicidade de ter sido atleta de voleibol durante 13 anos, onde conheci muitos lugares e muitos amigos, pois joguei no Brasil, Portugal, Áustria e Itália. Durante este tempo, felizmente tive poucas lesões, nada que me afastasse por muito tempo das quadras.

Depois que parei de jogar oficialmente (1992), iniciei o curso de Mestrado aqui no Porto e ainda fiquei ligado ao voleibol de praia em Portugal até 1995.

E foi exatamente no verão deste ano, no início de um treino na praia, que tive o meu 1º encontro imediato com as dores nas costas…Tive uma contratura muscular profunda tão grande, que somente consegui levantar da areia com ajuda dos amigos.

Para chegar em casa foi um “parto”, daqueles difíceis…Fiquei deitado no chão da sala durante 4 dias (sorte que estava de férias!).

Foi então que aos poucos comecei a fazer exercícios de alongamentos para tentar descontrair e relaxar um pouco mais a musculatura contraída. Sem tomar nenhum remédio (sou um pouco avesso), consegui melhorar no final do 4º dia.

Alguns anos se passaram e em Outubro de 2001, tive o 2º encontro com ela! Uma crise local na zona lombar que também me deixou com alguma dificuldade de fazer alguns movimentos básicos, durou por volta de 1 semana e foi passando…

No ano seguinte, 2002, ela voltou com mais força!! Foi o 3º encontro imediato e de 3º grau!! Ou seja, tive outra crise só que mais incapacitante. Fiquei preocupado, pois não conseguia fazer alguns movimentos e tinha muitas dores locais, porém sem irradiação para os membros inferiores (famosa dor ciática).

Resolvi então procurar um médico especialista (ortopedista) e pedir a opinião de um profissional, e como resultado, foi diagnosticado uma hérnia discal entre a L4 e L5.

Sinceramente, fiquei um pouco confuso com a situação, contudo a minha grande preocupação era como tratá-la? Como eliminar essa dor e não voltar a ter mais?

Acredito que sempre há alguma solução e nada é por acaso… Foi então que através do Yogaterapia iniciei o meu tratamento.

Inicialmente fiz uma avaliação e alguns testes para verificar por onde começar…em seguida comecei a fazer uma série de exercícios específicos para acabar com dor localizada…

Foi então que coloquei como o grande objetivo, naquele ano de 2003, treinar todos os dias para eliminar a hérnia discal!!

Elaborei um planejamento de treino, com exercícios físicos variados de caminhada e mais tarde corrida, alongamento e reforço muscular. Contudo, além de enfatizar o treino físico, comecei também a praticar mais intensamente exercícios respiratórios e mentais.

Esta parte dos exercícios mentais foram fundamentais no processo de cura, pois para modificarmos nossas atitudes, pensamentos, hábitos, etc., temos que também, mudar a NOSSA MENTE!!!

Para minha felicidade, passado menos de um mes já não tinha mais dores nas costas, mas mesmo assim fui até ao fim com o meu propósito e aos poucos fui aumentando a minha carga de treino.

Passado um tempo, por volta de 9 a 10 meses, fiz novamente um exame de ressonância magnética e o resultado apareceu: NÃO TINHA MAIS HÉRNIA!!!

Uau!! Percebi então, que se para mim funcionou, para os outros também poderia funcionar. E foi exatamente o que aconteceu, comecei a treinar e ajudar várias pessoas com problemas de dores nas costas, tanto nas aulas coletivas de ginástica localizada e alongamentos, como também com os alunos de personal training.

Até hoje, nestes 15 anos que se passaram, NUNCA MAIS tive um encontro daqueles… treino 4 vezes por semana, jogo voleibol (ainda!!), corro, faço musculação e surf (no verão).

No meu trabalho, continuo ajudando pessoas a eliminarem as dores nas costas, e cada vez que isso acontece, fico radiante, pois é mais uma pessoa que consegue modificar seus hábitos e acreditar que pode VIVER SEM DOR, melhorando assim a qualidade de vida.

Minha grande lição foi acreditar que era possível, estudar bastante e focar no resultado.  Hoje fico mais a vontade para poder utilizar algumas estratégias que aprendi ao longo desses anos.

Para finalizar, vou te mostrar um vídeo onde eu apresento alguns exercícios de alongamentos que utilizei para aliviar as tensões posturais…vale a pena!!

Clique neste link para ver os alongamentos

Agradeço a todos que acreditaram em mim até aqui…Ainda temos muito caminho a trilhar.

Grande abraço!!

Gratidão total!!